Foto: Reprodução
<

O piloto Maicon Semencio Esteves, 27, que estava desaparecido há 3 dias após o avião cair e pegar fogo em uma região de floresta em Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), foi encontrado vivo nesta quarta-feira (7) pelo Corpo de Bombeiros. A informação foi confirmada através do tenente-coronel Gildázio Alves da Silva.
A vítima do acidente aéreo foi encontrada a cerca de 30 km do local onde o avião caiu. Equipe de resgate presta os primeiros-socorros. Imagens do resgate mostram Maicon abatido e com queimaduras pelo rosto e braços, porém os bombeiros afirmam que o estado de saúde do piloto é estável.

Maicon pilotava a aeronave modelo Neiva EMB-201A no último domingo (4) quando sofreu o acidente. Testemunha que trabalhava em uma propriedade próxima relatou que estava gradeando com um trator quando a aeronave caiu. O avião ficou totalmente destruído pelas chamas.

Foto: Reprodução

Fonte: Macaubenselife

Entenda o caso:

A aeronave caiu em uma área de mata no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo.

Familiares e amigos do piloto Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, se manifestaram em redes sociais pedindo ajuda para encontrá-lo.

Ele comandava um avião agrícola modelo Neiva EMB-201, matrícula PT-GSH, continua desaparecido. Ele seguia para Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá.

A aeronave caiu em uma área de mata no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá.

Conforme o irmão de Maicon, Diego Semencio Esteves, as informações de amigos da família que estiveram no local da queda do avião afirmaram que o canivete dele estava há cerca de dois metros do avião. A cabine da aeronave estaria intacta e com a porta aberta, o que indica que Maicon deixou o local. Não há também marcas de sangue.

Diego conta que o irmão e a namorada esperam a primeira filha do casal.

Conforme a Polícia Militar, que está no local realizando buscas, o local é de difícil acesso e o ponto de comunicação mais próximo fica a 8 quilômetros do lugar em que a aeronave caiu.

Moradores e trabalhadores rurais chamaram a polícia depois que encontraram destroços da aeronave.

O Corpo de Bombeiros informou que não foi chamado, pois o acidente não gerou nenhum tipo de chamado por parte da corporação. Os bombeiros também receberam a informação de que a aeronave estava vazia.

Em nota, a FAB informou que investigadores do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), vão apurar o acidente.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui