Foto: Reprodução

Como anunciado pelo governo federal, trabalhadores sem carteira assinada já inscritos no Cadastro Único e portadores de conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal (CEF) já começaram a receber os R$ 600 do auxílio emergencial. O Bahia Notícias recebeu mensagens de leitores que são correntistas nessas unidades bancárias, informando que já estavam com a primeira parcela na conta. As pessoas que só possuem conta em outros bancos devem receber o benefício a partir da próxima terça-feira (14).

Imagens: Leitor BN / WhatsApp | Montagem BN

De acordo com o cronograma de pagamento, a segunda e a terceira parcela serão pagas de 27 a 30 de abril e de 26 a 19 de maio, respectivamente. A ordem seguirá o mês de aniversário dos beneficiários. Ou seja, aniversariantes de janeiro a março recebem no dia 27 de abril e assim sucessivamente.

Já as pessoas assistidas pelo Bolsa Família receberão o auxílio no mesmo período em que receberiam o benefício do programa. Isso quer dizer que a primeira parcela será paga de 16 a 30 de abril, a segunda, de 18 a 29 de maio, e a terceira, de 17 a 30 de junho.

Vale ressaltar que quem ainda não está inscrito no CadÚnico, precisa antes efetuar a inscrição no site ou aplicativo criados especificamente para isso, o Auxílio Emergencial Caixa (clique aqui). No portal, o banco destaca os critérios para ter direito ao benefício — ter mais de 18 anos; não ter emprego formal; não receber benefícios previdenciários, assistenciais, seguro-desemprego ou ser contemplado por um programa de transferência de renda federal; ter renda mensal de até R$ 522,50 por pessoa ou de até R$ 3.135,00 de renda familiar total; não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28 mil em 2018; e atuar como microempreendedor individual (MEI), ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social ou atuar como trabalhador informal (saiba mais aqui).

Após a inscrição, o governo vai avaliar os dados da pessoa e, dentro de cinco dias, confirmar se ela poderá ou não fazer parte do grupo de beneficiários do auxílio emergencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui