Foto: Reprodução / Dicas Maromba

Um jovem australiano de 21 anos morreu após misturar whey protein com muita cafeína em pó. O rapaz foi identificado como Lachlan Foote, e o episódio aconteceu no final de 2018, mas somente agora a polícia de Sydney, que foi a responsável pela investigação da morte, divulgou os resultados.

Após a conclusão das investigações, o pai de Lachlan, Nigel Foote, utilizou o Facebook para falar sobre a morte do filho. “Finalmente, a investigação concluiu a causa da morte. Ele morreu de intoxicação de cafeína. Quando Lachlan voltou para casa após celebrar o ano novo com amigos, ele fez o shake de whey protein e, inocentemente, adicionou muito pó de cafeína pura — um colher de chá é letal (o equivalente a quase 50 cafés)”, disse Nigel.

“Acreditamos que Lachlan conseguiu a cafeína com um amigo ou colega de trabalho, pois procuramos em seu computador e extratos bancários algum compra e não há menção de nada disso. Estamos preocupados que outra pessoa do seu círculo não saiba dos perigos da substância, por isso, esse post”, explicou o Nigel na publicação.

O homem relatou que o filho chegou a comentar que o whey protein estava com um gosto amargo. “Ele escreveu em uma mensagem aos amigos: ‘Acho que minha proteína está vencida. Fiz um shake anti-ressaca e está com gosto estranho. Meio amargo. De qualquer forma, boa noite. Vejo vocês de manhã’”, contou o pai.

Na manhã seguinte, o jovem foi encontrado morto. Segundo reportagem do Metrópoles, a autópsia feita no corpo de Lachlan indicou cafeína no corpo, mas não falava a quantidade. Um segundo exame foi realizado e este constatou a quantidade excessiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui