Foto: Reprodução

A Bahia ocupa a segunda colocação entre os estados com maiores taxas de desemprego, com índice de 17,2%, atrás apenas do Amapá (17,4%).

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (14), por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios–Contínua (PNAD-Contínua).

O estado aparece na contramão do país, uma vez que a taxa média de desemprego fechou 2019 em queda em 16 estados, com menor índice em Santa Catarina, com 6,1%. Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso aparecem em seguida, todos com 8%.

Em contrapartida, a população ocupada cresceu em 23 unidades da federação e, apesar da queda da taxa de desemprego e da ocupação, 20 estados tiveram taxa recorde de informalidade, isto é, os empregados sem carteiras, os trabalhadores por conta própria sem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) e os familiares auxiliares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui