A BAMIN esclarece que fez a contratação da empresa Geosol para a realização de obras temporárias e pontuais, que terão duração de cerca de três meses, para serviços de sondagem na área da Mina Pedra de Ferro. Cláusulas contratuais garantem que a empresa tenha parte de seu efetivo contratado localmente. A BAMIN, no entanto, identificou o não cumprimento deste item e imediatamente interviu e tomou às devidas providências, a fim de que o processo de contratação fosse refeito com apoio da agência de empregos local, SINE Bahia, com a finalidade de seguir com as contratações e priorização da mão de obra local. Prezando pela transparência e boas práticas, durante todo o processo de recontratação, a Companhia envolveu nas discussões a comissão fiscalizadora composta pelos poderes executivo e legislativo, lideranças comunitárias, e SINE Bahia, de forma que todas as partes pudessem acompanhar o andamento da questão. A BAMIN reitera que a situação já foi normalizada, que segue com rigor o compromisso firmado de priorizar a mão de obra local e que as contratações temporárias já produzem efeitos imediatos nas comunidades, com a geração de renda e novos empregos indiretos. A BAMIN se coloca à disposição e segue aberta ao diálogo. Assessoria de Comunicação da BAMIN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui