NOTA DE ESCLARECIMENTO

À respeito das denúncias do MPF, o prefeito Aldo Gondim informa que recebeu com surpresa a notícia, mas que está confiante e se coloca à disposição da justiça, pois provará sua inocência pelos meios legais.

O Ministério Público Federal nesta sexta-feira, indiciou agentes públicos em Caetité por possíveis indícios de manipulação em licitações que podem ser aceitas ou não pela justiça federal.

A denuncia partiu de investigações desenvolvidas em conjunto pelo Ministério Público, Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU), com apuração  entre 2009 e 2016, em Caetité, durante os oito anos do mandato do respectivo prefeito da época. Todos os processos licitatórios tiveram como vencedoras a empresa (Fernandes Projetos e Construções Ltda. e JK Tech Construções Ltda.),  firmas essas que prestavam serviços em dezenas de cidades da região. 

A ação do MPF, contudo, se resume à responsabilização dos acionados pela responsabilidade de cinco licitações realizadas nos anos de 2011 e 2012. Os demais casos estão sob a atuação do MP do Estado da Bahia, por não envolverem recursos federais.
Foram denunciados os empresários das duas empresas e o então prefeito, agentes públicos que faziam parte da comissão de licitações e secretários municipais.
Em nota, o prefeito Aldo Gondim informou que a respeito das denúncias do MPF, que recebeu com surpresa a notícia, mas que está confiante e se coloca à disposição da justiça, pois provará sua inocência pelos meios legais.
A denuncia do MPF, será enviada a justiça federal, que irá analisar se aceita ou não a petição. Fonte: radar030

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui