Prisão de ‘Donizete’ esclarece série de estupros em Guanambi, diz coordenador da 22ª Coorpin

0
12
coordenador da 22ª Coordenadoria Regional da Polícia do Interior (Coorpin), Clécio Magalhães (Foto: Portal Vilson Nunes)
coordenador da 22ª Coordenadoria Regional da Polícia do Interior (Coorpin), Clécio Magalhães (Foto: Portal Vilson Nunes)

O coordenador da 22ª Coordenadoria Regional da Polícia do Interior (Coorpin), Clécio Magalhães, concedeu entrevista à imprensa na manhã desta terça-feira (23), para detalhar a prisão de Vagner Alves dos Santos (Donizete), de 37 anos, na última sexta-feira (19), no bairro Morada Nova, em Guanambi. Donizete é acusado de estuprar duas mulheres no mês de setembro, nos bairros Santo Antônio e Renascer. Ele se passava como representantes de ONG-Organização Não Governamental para cometer os crimes.

Foto: Divulgação

De acordo com Clécio, uma equipe composta por três delegados foi montada para investigar os crimes ocorridos na cidade nos últimos 70 dias. O coordenador disse durante a entrevista, que os delegados tiveram acesso às câmeras de segurança.

“A partir das imagens obtidas pela equipe de investigação, o quebra cabeça foi montado. Então, foi feito pedido de prisão, que foi acatado pela justiça”, disse.

Segundo informação do coordenador, após cumprir o mandado de prisão em desfavor de Donizete, as vítimas fizeram o reconhecimento do autor. Uma terceira mulher teria sido estuprada, porém não procurou à delegacia.

Fonte: Folha do Vale

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui