Exagerar na limpeza da casa aumenta risco de obesidade

0
2
Foto: Thinkstock/Veja
<

Crianças cujas casas são limpas com desinfetante pelo menos uma vez por semana estão mais propensas a apresentarem níveis mais altos de bactérias intestinais associadas ao aumento da gordura corporal, aponta estudo publicado nesta segunda-feira no Canadian Medical Association Journal (CMAJ).

De acordo com os pesquisadores, a presença de bactérias Lachnospiraceae no intestino é normal, no entanto, quando em níveis elevados elas podem elevar o índice de massa corporal (IMC) e causar resistência à insulina, o que pode levar ao diabetes. Além disso, alterações na microbiota intestinal podem interferir no funcionamento de mecanismos responsáveis por regular o apetite.

A equipe da Universidade de Alberta, no Canadá, também descobriu que famílias que utilizam produtos de limpeza ecologicamente corretos diminuem a probabilidade do aumento do peso nas crianças de até três anos de idade. Isso porque os níveis de micro-organismos intestinais da classe das Enterobacteriaceae são menores. Apesar disso, os cientistas não conseguiram determinar se estas alterações podem reduzir diretamente os riscos de obesidade infantil. As descobertas foram feitas através da análise da flora intestinal de 757 crianças entre 3 e 4 meses.

Elas foram pesadas nas idades de um e três anos e os valores foram comparados ao IMC recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Já as mães responderam a um questionário sobre o tipo de produto utilizado na limpeza e a frequência do uso. Os resultados permaneceram os mesmos depois que fatores de riscos como nascimento por parto cesariano, amamentação ou ingestão de antibióticos foram considerados.

|Fonte: Achei Sudoeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui