A endometriose é uma doença caracterizada pela presença do tecido do endométrio fora do útero, podendo acometer diversos órgãos da pelve, como os ovários, as tubas, superfície do útero e órgãos não ginecológicos, como o intestino, a bexiga e os ureteres.

O endométrio é o tecido de revestimento interno do útero e é fundamental para que ocorra a gravidez e todos os meses, ao iniciar um novo ciclo menstrual, inicia-se o desenvolvimento de um novo endométrio dentro do útero. Quando o organismo, através de mecanismos hormonais, detecta a informação de que não houve fecundação (formação de embrião através da união entre um óvulo e um espermatozóide), o endométrio se descama (descola) totalmente da parede do útero e se inicia o que todos conhecem por menstruação.

A menstruação representa o início de um novo ciclo menstrual, ou seja, do desenvolvimento de um novo óvulo dentro dos ovários e do crescimento de um novo endométrio dentro do útero.

É uma doença hormônio-dependente, associado à produção do hormônio feminino, o estrogênio, e por isso acomete as mulheres na fase reprodutiva da vida, ou seja, enquanto menstruam, poupando crianças e mulheres na pós-menopausa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui