Nicole, agora na casa dos 40 anos, reflete sobre a sua experiência com a menopausa prematura

“A minha menstruação vinha ficando mais leve havia alguns anos. Mas, quando eu mencionei este fato para profissionais de saúde do meu país, a Nova Zelândia, eles consideraram que isso era um efeito natural da pílula anticoncepcional. Certo mês, quando eu não menstruei absolutamente nada, fui ao médico empolgada com a possibilidade de estar grávida. Eu estava casada havia um ano e nós estávamos começando a falar sobre bebês.

Mas o teste de gravidez deu negativo. Minha médica pediu que eu fizesse um exame de sangue e, com o resultado em mãos, me explicou que meus níveis hormonais não estavam normais. Então, me encaminhou para um especialista hormonal. E eu fui diagnosticada com menopausa prematura. Eu não sabia que os ovários poderiam parar de trabalhar nessa altura – então, a notícia chegou como um grande choque.

As feministas de hoje nos dizem que podemos ter tudo e desejar tudo, da nossa maneira e no nosso próprio tempo. Mas essa mentira nos custa caro quando as circunstâncias interferem no caminho que nós havíamos planejado

Fotografia antiga de Nicole Evans e seu marido, no dia do casamento

Quando a fertilidade da mulher é retratada – de forma errônea – como algo possível de atingir até os 50 anos, é fácil deixar os sinais de problemas de lado caso eles apareçam. Eu não tinha ideia de que, de forma geral, a fertilidade feminina começa a cair por volta dos 30 anos.

Nós decidimos buscar uma doação de óvulo de uma amiga maravilhosa e nos sentimos muito esperançosos. Esperávamos que isso seria a solução dos nossos problemas. Mas acabamos tendo apenas um embrião viável para transferir – e ele não resultou em gravidez. Foi muito traumático para todos que estavam envolvidos.

Um ano depois, outra amiga se ofereceu para nos ajudar. Mas, dessa vez, eu estava hesitante. Seria a última tentativa possível na rede pública de saúde. E eu, psicologicamente, estava me sentindo mais segura sem fazer o tratamento. Estar no meio de um tratamento de fertilidade pode exigir muita coragem.

Mas nós demos uma segunda chance ao tratamento, porque eu estava com 32 anos. O tempo estava correndo.

O que é a menopausa?

  • A menopausa é o estágio na vida de uma mulher em que ela para de menstruar.
  • A menstruação pode se tornar menos frequente, ao longo de meses ou anos, antes de cessar definitivamente.
  • Outros sintomas incluem ondas de calor, dificuldade de concentração, dores de cabeça, ansiedade, perda de apetite sexual e dificuldade de dormir.
  • A menopausa geralmente ocorre entre os 45 e 55 anos – a média do Reino Unido é 51 anos.
  • Cerca de uma em cada 100 mulheres com menos de 40 anos passam pela menopausa prematura, também conhecida como insuficiência prematura no ovário.

Fonte: NHS UK

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui