MULHER MORRE APÓS CIRURGIA EM CARINHANHA: SECRETÁRIO DE SAÚDE DESCARTA ERRO MÉDICO

0
15
Foto: Reprodução

A morte de uma mulher na última sexta-feira (22) após a realização de histerectomia no Hospital Maria Pereira Costa (D. Quinha) gerou muita discussão e debates na cidade de Carinhanha.
Onília Anízia Fernandes Bispo, 48 anos de idade, moradora no Bairro Alto da Colina foi submetida a uma cirurgia de retirada de útero na quinta-feira e menos de vinte e quatro depois do procedimento passou mal quando foi ao banheiro, caiu e em seguida faleceu.


As especulações acerca de possível erro médico e suposta falta de especialização foram afastadas pelo Secretário de Saúde do município Alvacir da Cruz Brito. Por telefone, o secretário assegurou que a cirurgia foi conduzida pelo cirurgião Dr. Luís Fernando, médico da cidade de Manga-MG e que o procedimento foi bem sucedido.
“A paciente teve uma síncope (desmaio) quando foi ao banheiro, caiu e morreu. A morte da paciente foi dentro do período pós-operatório, mas não uma complicação da cirurgia”, garantiu o secretário.


O esposo da falecida, Joaquim do Gás, contou que Onília estava bem de saúde, trabalhava bastante e apresentou apenas uma alergia na última semana. “Mas ela tinha esse mioma e queria muito fazer a operação. O sangramento tinha até diminuído, aí eles ligaram para ela ir fazer e ela foi”, informa.
Indagado sobre a possibilidade de investigar se houve erro médico, foi taxativo: “Não quero mexer, não! Ela não vai voltar mais!” Onília era mãe de quatro filhos.


Fonte: Bonny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui