Foto: Imagens/TV Brasil

A quantidade de abortos realizados em Portugal, onde o procedimento é liberado, caiu 3,8% em 2018, se comparado ao ano anterior. Esta foi a sétima retração consecutiva e representa o valor mais baixo desde a descriminalização no país, em 2007.

Já o número de brasileiras que optaram por interromper a gravidez em território luso aumentou 27,7% no mesmo período. Foram 571 abortos em 2018, contra 447 em 2017. O procedimento é gratuito.8

Com o crescimento, as brasileiras ultrapassaram as cabo-verdianas e se tornaram a nacionalidade estrangeira que mais aborta em Portugal. Os dados são da Direção-Geral da Saúde (DGS) e não distinguem se as brasileiras que realizam a prática são residentes ou turistas no país. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui