O alto índice de mortos e feridos em acidentes em vias públicas em todo o mundo aponta para um quadro complexo da sociedade atual, suscitando questões sobre o papel do Estado e dos cidadãos na segurança do trânsito, e o impacto na economia e na saúde pública. A prefeitura de Guanambi através da Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran), vem acompanhando os acidentes sem vítimas fatais no trânsito e monitorando os principais pontos em que há maior incidência de acidentes com readequações para preservar a vida da população.

Nesta sexta, 07, a Superintendência Municipal de Trânsito emitiu um relatório dos acidentes de trânsito ocorridos no município durante o mês de julho de 2020, que apresentou um aumento de 55% nos índices de acidentes referentes ao mesmo mês do ano de 2019, que foram nove acidentes.

Durante o mês de julho ocorreram 28 registros de acidentes, sendo quatro acidentes com vítimas e 24 acidentes sem vítimas, envolvendo 33 carros e 11 motocicletas, uma (01) bicicleta e uma casa. As vítimas que se machucaram foram duas do sexo masculino e quatro do sexo feminino.

De acordo o coordenador da Smtran, Rogério Mota,  a somatória de janeiro a julho de 2020 resultou em 98 acidentes, sendo os mais frequentes 28 por colisão lateral, 26 por colisão frontal,  27 por choque, quando o veículo em movimento que colide com objeto parado,  15 por abalroamento, quando dois veículos colidem na mesma direção, e dois atropelamentos.

Com informações do Portal Fala Você Notícias – Neide Lu, editadas e atualizadas por Maisnoticias.net.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui