Acusado de abusos sexuais, João de Deus retorna à prisão após ter pena domiciliar convertida nesta sexta
Foto: Renata Costa/TV Anhanguera

Acusado por diversas mulheres de abuso sexual durante atendimentos espirituais, o médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, foi preso nesta quinta-feira (26). Ele estava cumprindo a sanção em regime domiciliar, mas teve a sua pena convertida a pedido do Ministério Público (MP).

O mandado foi cumprido pela Polícia Militar (PM) em Anápolis, a 55 km de Goiânia, por volta das 11h. João de Deus deve ser transferido para o presídio da cidade ainda nesta quinta. O novo pedido do Ministério Público, acatado pela Justiça, referente à 15ª denúncia feita pelo órgão, justificou que as vítimas estavam inseguras com o regime domiciliar.

Thank you for watching

O acusado foi preso em dezembro de 2018, mas, em março de 2020 foi liberado para cumprir a pena em casa devido à pandemia da Covid-19. Na época, ele ficou no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Ele foi condenado a mais de 60 anos de prisão por estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude e posse ilegal de armas de fogo. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui