A cada 8 minutos, um caso de estupro é registrado no Brasil. O dado é do Atlas da Violência, que ainda revela que, em 85% dos casos, as vítimas são mulheres.

Por trás desses números, nos deparamos com a chamada cultura do estupro fazendo com que homens sintam-se no direito de desfrutar do corpo feminino sem consentimento.

A cultura do estupro se manifesta quando as vítimas são questionadas, julgadas e até responsabilizadas por um crime cometido contra elas. A culpa não é da roupa, da bebida, da ocasião.

A culpa é do estuprador, do abusador, do assediador. Mas, no contexto social em que vivemos, as vítimas são tão ou até mais julgadas que o criminoso.

Com isso, as mulheres se sentem desencorajadas a denunciar e os homens contam com a impunidade caso cometam um crime de violência sexual. Precisamos falar sobre cultura do estupro para que meninos e homens aprendam sobre respeito e para que meninas e mulheres vivam sem medo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui