Urandi confirma o primeiro óbito por gripe H3N2.
Foto: Reprodução

O município de Urandi, no Sudoeste da Bahia, registrou o primeiro óbito por Influenza (H3N2). A informação foi confirmada na tarde desta segunda-feira (3).

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente deu entrada no Hopsital Municipal Padre Antônio Manoel Rocha  no dia 27 de dezembro de 2021 com síndrome respiratória. Houve agravamento no quadro clínico e o paciente não resistiu e morreu no mesmo dia.

A coleta para diagnóstico de vírus respiratórios (Covid e Influenza) foi realizado e encaminhado para o Laboratório Central de Saúde Pública – LACEN, em Salvador, onde constatou a causa da morte.

A cepa da gripe que está provocando surtos epidêmicos em vários estados brasileiros. Na bahia já foram registradas oito mortes em decorrência da Síndrome Respiratória Aguda Grave por Influenza A H3N2.

Os sintomas são febre alta no início do contágio, inflamação na garganta, calafrios, perda de apetite, irritação nos olhos, vômito, dores articulares, tosse, mal-estar e diarreia. A prevenção contra a doença ocorre da mesma forma da Covid-19, ou seja, com distanciamento físico entre as pessoas, uso de máscara e higiene das mãos.

Folha do Vale

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui