Miguel Rodrigues Silva, 44 anos, se apresentou à delegacia de polícia neste domingo (6) e foi preso por matar a ex-esposa Francisca Maria Rodrigues, de 40 anos. O crime foi cometido na noite da última sexta-feira (4).

Segundo o Portal Vilson Nunes, Miguel se apresentou à polícia em companhia de seu advogado. Mesmo antes de vencer o prazo do flagrante, o delegado já tinha um mandado de prisão contra o acusado, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Guanambi.

A polícia entendeu que a prisão do acusado era necessária para salvaguardar a ordem. O crime bárbaro chocou a população de Guanambi.

O crime

Francisca Maria Rodrigues foi morta de forma violenta na noite da última sexta-feira (4), em sua casa, no bairro bairro José Humberto Nunes, em Guanambi. O crime foi cometido por Miguel Rodrigues Silva, de 44 anos, seu ex-marido. Segundo informações da polícia, a vítima morreu após receber golpes de barra ferro.

A Polícia Militar foi acionada via Cicom por vizinhos que relataram que uma mulher estava sendo esfaqueada. Os policiais foram ao local, mas a vítima já estava morta e o autor do crime já havia fugido em uma motocicleta Honda Bros, de cor preta. Os PM’s encontraram a mulher sem sinais vitais e com a cabeça e o rosto desfigurados pelos golpes.

Segundo informações da Ronda Maria da Penha, eles viviam juntos e a vítima era constantemente agredida. Ela chegou a solicitar medida protetiva, concedida em março do ano passado, e os dois se separaram. A vítima então passou a ser assistida ela Ronda por algum tempo, mas logo depois, pediu na justiça a revogação da medida protetiva e os dois reataram o relacionamento.

Segundo apurou a Agência Sertão, o casal se separou novamente. No último dia 28, saiu a publicação do divórcio consensual do casal. Miguel não teria aceitado a condição e cometeu o crime exatamente uma semana após a confirmação da separação.

Ainda segundo a polícia, o crime foi presenciado por uma jovem de 22 anos, filha da vítima. Ela tinha mais dois filhos.

Francisca foi morta com golpes de barra de ferro

O corpo da Francisca foi removido por uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para o Instituto Médico Legal (IML), onde o exame de necropsia confirmou que a morte foi causada por ferimentos provocados pelos golpes de barra de ferro.

O autor vai responder pelo crime de homicídio, com o agravante de feminicídio, quando a situação envolve violência doméstica. Há mais de dois anos não são registrados crimes do tipo em Guanambi.

O último ocorreu no dia 28 de julho de 2018 em Guanambi. Uma jovem de 21 anos foi morta  a tiros pelo seu namorado. O crime aconteceu no Bairro Monte Azul em Guanambi. Carolaine França Gonzaga dos Santos namorava com Breno Dourado Meirele.

O autor do crime tinha passagem pela polícia por furto. Ele foi preso no dia 17 de dezembro de 2017 por esse motivo e conseguiu um Habeas Corpus no dia 15 de maio de 2018. Em dezembro daquele ano ele foi preso novamente após uma abordagem da polícia na cidade de Goiânia.

Ronda Maria da Penha em Guanambi

Funcionando há dois anos, a Ronda Maria da Penha realiza diversos atendimentos a mulheres vítimas de violência doméstica. O serviço funciona através de parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e o 17º Batalhão de Polícia.

A equipe comandada pela Tenente Jacimara Ornelas realiza encaminhamentos e visitas a mulheres vítimas de violência que detém medidas protetivas concedidas pela justiça e acionaram o serviço da Ronda Maria da Penha, devido a quebra da determinação judicial pelos seus ex-companheiros.

A Sala de Atendimento e o Núcleo de Apoio às Mulheres Vítimas de Violência, Operação Ronda Maria da Penha (OPRMP) funciona na sede do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), das 7 às 12 e das 14 às 17h, com contato telefônico (77) 9 9915-3259, e fica situada na Avenida Joaquim Chaves, nº 404, no bairro Santo Antônio, ao lado do Centro de Convivência do Idoso, saída para Candiba, onde é garantido total discrição e anonimato no atendimento dos casos.

Agencia Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui