Cabo é encontrado enrolado na hélice de avião que caiu com Marília Mendonça
Foto: Reprodução

Só após a perícia para saber se o cabo é o mesmo com o qual o avião se chocou momentos antes da queda

A Polícia Civil de Caratinga (MG) encontrou um cabo enrolado na hélice do avião bimotor que caiu e provocou a morte da cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas. O trabalho para remover os destroços da aeronave terminou nesta segunda-feira (8).

Todo material será periciado. Segundo o delegado regional da Polícia Civil de Caratinga, Ivan Lopes Sales, não dá para afirmar que o cabo enrolado na hélice é o que se rompeu na torre de transmissão de energia da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

“É fato de que tem um cabo enrolado na hélice. Agora, a gente só vai poder afirmar que esse cabo é o cabo que se rompeu quando a perícia tiver o laudo pericial”, explicou ao G1.

O delegado informou ainda que os destroços da aeronave serão encaminhados ao Rio de Janeiro nesta terça-feira (9). Já os motores irão para Sorocaba (SP), ainda sem horário definido.

“Em comum acordo com o Cenipa, definimos que a aeronave vai ser destinada ao Rio de Janeiro para que eles realizem a perícia. Se porventura a Polícia Civil achar necessário realizar outras perícias, ela [a aeronave] estará lá à disposição também”, informou.

A Polícia Civil informou que ainda não há um prazo para encerrar as apurações de eventual responsabilidade criminal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui