Foto: Reprodução

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), visitou na ultima quinta – feira dia 14, Floriano, interior do Piauí, ela foi conhecer o primeiro hospital da cidade que está fazendo uso da medicação em pacientes hospitalizados. “O uso da cloroquina em pessoas infectadas com a covid-19 é 1 “milagre”. A declaração foi dada em vídeo publicado no perfil da ministra no Instagram.

A gente veio ver o milagre do uso da cloroquina associado a outros medicamentos. As pessoas estão sendo salvas aqui em Floriano. Eles estão salvando vidas“, disse Damares. Ao final da gravação, a ministra falou que o prefeito da cidade “decidiu não cavar covas, não comprar caixões, mas salvar vidas”.

Assista abaixo:

Floriano adotou o primeiro protocolo de tratamento em que pacientes diagnosticados com a covid-19 recebem um coquetel de remédios com hidroxicloroquina, azitromicina e corticoides. A Secretaria de Saúde da cidade adquiriu 300 kits da medicação, com enfoque no tratamento de pacientes com os sintomas no estágio inicial da doença.

Segundo nota da prefeitura “o protocolo tem chamado a atenção da comunidade médica em todo o país, pois o que se tem observado é que o tratamento no estágio inicial da doença tem mais eficácia do que em casos mais graves”.

Ainda no vídeo, Damares cita um protocolo monitorado por uma cientista brasileira, nascida em Floriano, mas que atua na Espanha. Trata-se de Marina Bucar, coordenadora científica da Universidade de Zaragoza e médica intensivista no Hospital HM Puerta del Sur.

O presidente Jair Bolsonaro defende ampliar o uso da medicação no tratamento para a covid-19. Ainda na quinta-feira 14, o chefe do Planalto disse que vai exigir do ministro Nelson Teich (Saúde) a aprovação da cloroquina.

“Estou exigindo a questão da cloroquina… Eu sou o comandante, presidente da República, para decidir, para chegar para qualquer ministro e falar o que está acontecendo. Eu não estou extirpando nenhum ministro, nunca fiz isso, e nem interferindo em qualquer ministério, como nunca fiz. Agora votaram em mim para eu decidir. E essa decisão da cloroquina passa por mim”, disse Bolsonaro.

Poder 360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui