Defensoria Pública pede R$ 200 milhões em ação civil contra o Carrefour
Foto : Cristina Arias / Colaborador via Getty Images

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul entrou hoje (25) com uma ação coletiva contra o Carrefour Brasil em que cobra uma indenização de R$ 200 milhões em razão do espancamento até a morte de João Alberto Silveira Freitas, na semana passada em um supermercado da rede em Porto Alegre (RS).

O órgão disse que o valor, em razão dos danos morais coletivos e sociais, deverá ser destinado a fundos de combate à discriminação e para defesa do consumidor, entre outros fins.

Procurado pelo jornal O Estado de S.Paulo, o Carrefour Brasil afirmou que ainda não foi citado oficialmente para os termos das ações ajuizadas pela Defensoria Pública e reforça que “se coloca à disposição dos órgãos para contribuir com todas as informações necessárias”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui