Fazendeiro preso suspeito de ajudar Lázaro Barbosa na fuga em Goiás — Foto: Reprodução/TV Globo

A defesa do fazendeiro preso suspeito de ajudar na fuga de Lázaro Barbosa pediu à Justiça para que ele seja solto após a morte do criminoso. Lázaro foi localizado e morto na segunda-feira (28), em Águas Lindas de Goiás.

A juíza Luciana Siqueira tornou a prisão em flagrante do fazendeiro em preventiva na noite de sexta-feira (25). Na decisão, a magistrada disse que manteve a prisão do fazendeiro por entender que “sua liberdade representa risco efetivo à ordem pública”.

“O fato apresenta extrema gravidade concreta. Foram reunidos indícios de que ele, por vários dias, deu guarida, em sua fazenda, a criminoso que se supõe de altíssima periculosidade”, escreveu a juíza.

No pedido de reconsideração publicado no final da manhã de segunda-feira (29) a defesa argumentou que, após a morte de Lázaro, a prisão cautelar do fazendeiro “caiu por terra”, perdendo, segundo a defesa, o objeto da prisão preventiva.

O pedido ainda não havia sido julgado pela Justiça de Goiás até as 16h50 desta terça-feira (29) .

O caseiro do fazendeiro também chegou a ser preso suspeito de ajudar na fuga do criminoso, mas foi liberado em audiência de custódia. Segundo a decisão, não foi possível verificar que o caseiro tenha aderido à suposta conduta do proprietário da fazenda de ajudar Lázaro.

A magistrada escreveu na sentença que “os indícios de autoria até o momento colhidos revelam-se frágeis, principalmente porque sua relação com o outro autuado é de patrão-empregado”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui