Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Militar encontrou, na tarde desta quinta-feira (20), o corpo de uma mulher desaparecida há mais de dois meses em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O filho dela é o principal suspeito do assassinato. Ronalda dos Passos Carvalho, de 57 anos, era procurada desde o dia 14 de março. O cadáver da mulher foi encontrado enterrado dentro da casa em que vivia, no bairro Jequitibá.

Segundo informações da Record TV Minas, uma das filhas de Ronalda contratou uma equipe de investigação particular para procurar pela mãe. Vizinhos da família teriam relatado para os detetives um forte mau cheiro vindo da residência.

O filho da vítima e suspeito do crime seria esquizofrênico e usuário de drogas, segundo testemunhas. De acordo com o delegado Edmar Cardoso, a mulher pode ter sido enterrada viva. “Ela teria sido agredida e jogada no buraco para ser enterrada.

Precisamos aguardar o laudo da perícia, mas, até o momento, esta é a possibilidade mais forte”. Segundo o investigador, o suspeito teria uma relação conturbada com a mãe e teria um histórico de comportamento violento. Durante o primeiro depoimento, ele teria confessado o crime e afirmado que estava “alto” no momento do assassinato. A Polícia Civil acredita que isso significa que ele estava sob o efeito de drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui