Guanambi: Irmãs são presas após desligarem aparelhos e causarem a morte do irmão

0
397
Foto - Reprodução

Duas mulheres receberam voz de prisão  por volta das 21:40  desta sexta-feira (25) e foram conduzidas a Delegacia Territorial de Guanambi pela Polícia Militar, acusadas de terem desligado os aparelhos que mantinham o irmão vivo no Hospital Regional.

De acordo com as informações levantadas pelo Portal Farol da Cidade Zelita Pereira Neves de 32 anos, residente na  Avenida Luís Cavalhar, 262, Centro de Luisiania-SP e Marliete Pereira Neves, 43 anos, residente na Avenida Petrônio Portela, 602, Bairro Alvorada, em Guanambi, sob alegação de terem recebido  orientação espiritual resolveram desligar os aparelhos do irmão  Almiro Pereira Neves que  deu entrada naquela Unidade de Saúde no  dia 21 de outubro  diagnosticado com hemorragia subaracnóidea; Etilismo; pneumonia aspirativa.
As irmãs evangélicas teriam dito que estavam em oração com outros irmãos e um pastor quando  tiveram a “visão” de entrar no leito e desligar os aparelhos que mantinham o paciente em um quadro estável e mandarem o irmão levantar.  A Medica Maria Fernanda Teixeira foi quem atestou o óbito após a entrada das mulheres na enfermaria

VEJA MAIS

Homem morre após bater BMW em carreta na cidade de Planalto; mãe e companheira ficam feridas

Motorista de BMW morreu após acidente com carretas — Foto: Polícia Rodoviária Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui