Foto: Reprodução

O registro tardio dos casos continua sendo o principal motivo para que a média móvel de óbitos registrados pelo novo coronavírus siga estável na Bahia, com cerca de cinquenta mortes por dia. De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, outro problema é o aumento de registros em áreas remotas, onde muitas pessoas, inclusive, deixam de procurar os serviços de saúde e acabam falecendo em casa.

Vilas-Boas afirma que tem mantido contato com prefeitos e secretários municipais para que incentivem a população a procurar os serviços de saúde assim que tiverem suspeita da doença e que a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) iniciou um mutirão junto a outros órgãos para treinar as equipes dos municípios no registro de casos confirmados e óbitos pela doença. O objetivo é evitar o acúmulo desses dados.

Fala do Secretário de Saúde da Bahia Fábio Vilas Boas

Secretário de Saúde da Bahia Fábio Vilas Boas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui