Mais de 50 mil novos servidores públicos federais devem ser contratados no ano que vem. Isso é o que consta na proposta de orçamento federal enviada pelo governo para análise do congresso. O texto expõe que as mais de 50 mil contratações serão distribuídas entre os três poderes: executivo, legislativo e judiciário.

A maior parte, 48 mil servidores, é para o executivo. Desses, cerca de 34 mil são professores para o banco de profissionais do ministério da educação. Há, ainda, 12 mil cargos vagos, que podem ser ocupados por servidores públicos ou comissionados, como os DAS.

Se aprovada pelo congresso, essa autorização para novas contratações acontece apesar da lei complementar 173, que impede reajustes e concursos públicos até o fim do ano que vem.

No entanto, de acordo com o ministério da economia, a lei permite que sejam contratos servidores para a reposição de vacância, ou seja, quando o órgão está com falta de profissionais. A proposta de orçamento federal aguarda para ser analisada pelo congresso.

Mais, é sempre Mais / Portal MAISNOTICIAS.NET.BR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui